Moradores da cidade de Iaçu realizaram, na última segunda-feira (22), um mutirão de limpeza no leito do Rio Paraguaçu, no trecho que fica sob a ponte que liga a cidade a Itaberaba. O rio vem sofrendo do problema ambiental com excesso de baronesas, que enquanto poucas são responsáveis pela oxigenação das impurezas, mas em excesso faz o efeito contrário, sendo considerada um alerta para a poluição.

Voluntários, professores, ambientalistas e moradores integrantes do “Movimento Paraguaçu Pede Socorro” tiveram esta iniciativa após intensas discussões sobre os transtornos que ameaçam o mais importante rio baiano. Esgotos sem tratamento e dejetos são despejados diretamente no manancial, carcaças de animais mortos ficam expostas na beira do rio, além do uso excessivo das águas pelas indústrias, irrigação da fruticultura em larga escala e o uso de agrotóxicos que impactam diretamente sobre a vida do rio.
Para a retirada das baronesas foram os voluntários trabalharam bastante. Mãos, braços e pás, uso de redes e ganchos que arrastam os golfos para a margem. Isso enquanto outros colocavam a pá na carregadeira, enchendo a caçamba para a retirada das toneladas das plantas aquáticas (que serão transformadas em adubo orgânico). Outros dois barcos apoiavam a retirada, arrastando o golfo do meio do rio para a margem.
Diversos moradores de Iaçu e instituições privadas apoiaram o mutirão, cedendo uso de barco a motor, caçambas e retroescavadeiras para a retirada das baronesas. Um dos próximos passos do “Movimento Paraguaçu Pede Socorro” é a educação ambiental dos moradores para diminuir a quantidade de lixo e poluição jogada no rio.

Posted by Redação Online on 09:54:00. Filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0

MAIS VISTAS

2018 Jornal Itaberaba. Whatsapp (75) 9 9163-7609. - by Agencia Itaberaba .