Justiça condena Belo a pagar R$ 4,7 milhões ao ex-jogador Denilson por quebra de contrato



A Justiça de São Paulo determinou que o cantor Belo pague ao ex-jogador Denilson R$ 4,7 milhões por quebra de contrato. O valor, após correções monetárias, chega a R$ 5,8 milhões. Até o pagamento, os bens do cantor ficam bloqueados e os cachês serão direcionados ao ex-jogador para quitação da dívida, segundo decisão judicial.

A história começou em 2000, quando Belo deixou o grupo Soweto para seguir carreira solo. Na época, Denilson tinha os direitos sobre a banda. Denilson se chateou e acionou a Justiça cobrando um valor ao cantor pela quebra de contrato.
Em entrevista à RedeTV!, Belo afirmou que não vai pagar a dívida e disse que a briga não é dele: “Esse negócio de travar cachê, isso ai já está há mais de 7 anos fazendo isso. Isso não é uma notícia nova, até mesmo porque, como é que vai travar meus cachês, vou trabalhar como? Eu vivo como? Eu só vivo cantando”.
Essa brigas, nem é comigo cara. Essa briga é com o Soweto, o Denilson nunca fez nada comigo. Não tem nada comigo“, concluiu o cantor.

Posted by Redação Online on 05:21:00. Filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0

MAIS VISTAS

2018 Jornal Itaberaba. Whatsapp (75) 9 9163-7609. - by Agencia Itaberaba .