[Fechar]

.....

.....

Taxa de mortalidade infantil sobe 9,2% na Bahia e fica acima da media nacional

Após 25 anos de queda, a taxa de mortalidade infantil aumentou 9,2% na Bahia em 2016, comparado ao ano de 2015, segundo dados divulgados nesta semana pelo Ministério da Saúde.
Após 26 anos de queda, taxa de mortalidade infantil sobe 9,2% na Bahia e fica acima da média nacional. (Foto: Reprodução/RBS TV)
Conforme o órgão, o estado teve 18 óbitos infantis a cada mil nascimentos em 2016. A taxa ficou acima da média nacional, que foi de 14 mortes por cada mil nascimentos no mesmo ano.
A partir de 1990, a Bahia, assim como o restante do país, começou a apresentar queda no número de mortes de crianças. Em 1990, o estado registrava taxa de 66 mortes por cada mil nascimentos. Em 2015, a taxa já havia baixado para 16,4.
Taxa de mortalidade infantil na Bahia para cada 1 mil nascidos vivos (1990 a 2016))
ANOTAXA
199066,0
199161,9
199258,0
199354,4
199451,0
199547,8
199644,8
199742,0
199839,3
199936,9
200034,6
200134,2
200231,0
200329,9
200429,0
200527,5
200626,2
200724,9
200823,6
200922,1
201021,0
201120,0
201219,1
201318,7
201418,4
201516,4
201618,0
No país inteiro, houve aumento de 4,8% em 2016 com relação a 2015, quando 13,3 mortes (a cada mil) foram registradas.
O Ministério da Saúde credita a alta mortalidade ao vírus zika e às mudanças socioeconômicas.
Dados recentes do órgão também mostram que a vacinação em crianças, um importante fator para a redução da mortalidade, atingiu o menor nível em 16 anos.
Na Bahia, por exemplo, 63 cidades não chegaram a vacinar, no ano de 2017, nem metade das crianças que compõem o público-alvo da imunização contra a poliomelite (paralisia infantil), que pode lavar à morte. Por conta disso, o Ministério informou que a Bahia é o estado brasileiro com maior risco de retorno da doença.

Posted by Redação Online on 10:25:00. Filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0

MAIS VISTAS

2018 Jornal Itaberaba. Whatsapp (75) 9 9163-7609. - by Agencia Itaberaba .