Published On:
Posted by Redação Online

Vitória vence Juazeirense e fica mais perto de vaga na final do Baianão

Resultado de imagem para vitoria e juazeirense

O Vitória venceu o Juazeirense por 3 a 2 no jogo de ida das semifinais do Campeonato Baiano, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, neste domingo (10).
O Leão mostrou muita fome de jogo. Foram 14 dias sem nenhum joguinho oficial, apenas treino, treino e treino. Neste domingo, porém, o Vitória colocou em prática todo tempo de ensaio. Desde o início, foi possível perceber diversas tentativas de jogadas ensaiadas treinadas pelo técnico Vagner Mancini.
Apesar do domínio rubro-negro, a Juazeirense começou melhor e reclamou de um suposto pênalti não marcado antes dos cinco minutos de jogo. Logo depois, porém, foi a vez do Leão reclamar de um toque na mão de Nino dentro da área, também não marcado. "Pegou na minha mão mesmo. Tem que ser honesto", assumiu Nino.
Nem precisou da honestidade do atleta do Cancão. Com boas trocas de passe, principalmente vindo dos pés de Leandro Domingues, o Vitória chegou ao gol aos 18 minutos do primeiro tempo. Com passe de Domingues, Marinho recebeu pela direta e bateu de esquerda, encobrindo Tigre. Vander, Domingues e Kieza também tiveram boas chances, mas ninguém acertou o gol dos mandantes. 
Quando parecia que a etapa inicial terminaria com uma pequena vantagem rubro-negra, Amaral mostrou oportunismo aos 44 minutos. Após lançamento de Diego Renan, o volante passou por trás da zaga e fez, de cabeça. Na comemoração, Amaral imitou um Pitbull que mais parecia o porco comemorado por Viola na década de 90.  
No segundo tempo, parecia que o Leão iria aumentar a vantagem nos primeiros 10 minutos de jogo. Vander teve duas boas oportunidades, mas pecou na finalização. Porém, aos 14 minutos, o veterano Sassá entrou. No seu primeiro toque na bola, deixou Nino Guerreiro livre para diminuir, aos 14 minutos.
O Cancão até cresceu, mas uma falha individual melou a empolgação dos donos da casa. Aos 22 minutos, após confusão na área, o zagueiro Ricardo Braz tira a bola das mãos do goleiro Tigre. A sobra caiu na cabeça de Kieza, que evitou uma tarde apagada com um golzinho quase de graça.
Logo após o gol de K9, o jogo esfriou. A Juazeirense parecia se conformar com a derrota, enquanto o Leão parecia satisfeito com o triunfo. Mancini resolveu poupar alguns atletas, como o zagueiro Ramon, que se queixou de dores musculares, além de Marinho com uma exibição com o freio de mão puxado na última etapa.
Quando o jogo se aproximava do final, o Vitória deixou o Cancão jogar e por pouco o triunfo folgado não se transformou em frustração. Já nos acréscimos, aos 46, Jean Carlos diminuiu, mesmo em posição de impedimento. No último lance, Jean Carlos quase se torna o herói da partida, mas acertou a rede pelo lado de fora. 

Posted by Redação Online 16:39:00. . .

Redação Online 16:39:00. . .