Published On:
Posted by Redação Online

PF deflagra ação para investigar irregularidades no Minha Casa, Minha Vida


A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (28), uma operação para investigar fraudes que causaram prejuízos  a Caixa Econômica Federal, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. De acordo com a PF, o rombo é de cerca de R$ 220 milhões e são investigados construtoras, empregados do banco, contadores, servidores públicos e compradores das casas.
Denominada Operação Cabala, a ação cumpre, em Alagoas,  27 mandados de busca e apreensão e 27 mandados de sequestro, além da inquirição de 40 pessoas envolvidas nas fraudes e estão sendo conduzidos para prestar depoimento 5 empregados da Caixa, 11 empresários e 4 contadores.
De acordo com as investigações da PF, empresas de construção civil foram responsáveis por cerca de duas mil casas no município de Teotônio Vilela, em Alagoas, e as venderam, utilizando-se do subsídio oferecido pelo programa do Governo Federal. Os donos das empresas teriam oferecido dinheiro para que as pessoas comprassem as casas e incluíssem essa vantagem indevida no valor venal dos imóveis.
Funcionários da Caixa Econômica também estariam envolvidos no esquema, através de liberação de financiamentos imobiliários, mediante o recebimento de vantagem indevida. Se comprovada as denúncias, os investigados poderão responder pelos crimes de quadrilha, falsidade ideológica, uso de documento falso, corrupção ativa, corrupção passiva e estelionato qualificado. 

Posted by Redação Online 17:04:00. . .

Redação Online 17:04:00. . .