Published On:
Posted by Redação Online

Morador reclama que falta de drenagem da prefeitura prejudica sua casa


A modesta casa do trabalhador Aliomar Cerqueira Carneiro, no Bairro São João, está ilhada pelas águas das últimas chuvas. Como se vê nas imagens produzidas por nossa reportagem que esteve no local a pedido do morador, na Rua Anésia Mata Pires, nº 180, observa-se que a situação é lamentável. “Se as chuvas continuarem como estão, chovendo sem parar, minha casa será invadida pelas águas, assim as dos moradores vizinhos”, revela Aliomar durante a visita que realizou nesta segunda-feira, na redação do jornal O Paraguaçu, quando apresentou sua situação e dificuldade. “Há três anos venho pedindo ao prefeito João Filho, pelo amor de Deus, me ajude para não perder minha casa, mas nada foi resolvido”, disse apreensivo, acrescentando que já pediu também ao secretário de obras, Zito Carneiro, mas até hoje sem nenhuma solução. “Me prometeram a obra nas duas campanhas políticas que passaram e nada foi feito”, lamenta Aliomar.
A rua onde mora Aliomar assim como outras adjacentes, atravessam uma área onde antes existia uma lagoa que vem sendo aterrada pela ocupação urbana, fazendo ligação com a Rua Joel Presídio, nas imediações do extinto Colégio Ney Braga. A área merece da prefeitura medidas urgentes de drenagem para evitar o constante alagamento.
Aliomar conta que para construir sua casa e conquistar o “habite-se”, pagou vários impostos à prefeitura, entre alvará de construção, ITVI e outros, totalizando mais de R$1.200,00. “Sou contribuinte do município, pago meus impostos em dia com o IPTU, e parece que como cidadão não tenho direito nenhum”, lamentou o morador.
Matéria O paraguaçu 

Posted by Redação Online 06:18:00. . .

Redação Online 06:18:00. . .