Published On:
Posted by Redação Online

Alunos de projeto na Maré se jogam no chão para se proteger de tiroteio

Segundo artista plástica, crianças ficaram apavoradas.
Na manhã desta segunda, ocorreram dois tiroteios na região.


Durante um intenso tiroteio no conjunto de favelas da Maré, na Zona Norte do Rio, na manhã desta segunda-feira (3), alunos de um projeto social da comunidade precisaram se jogar no chão para se proteger dos tiros. Segundo a artista plástico Yvonne Bezerra de Mello, as crianças ficaram apavoradas, como mostrou o RJTV 1ª edição.Há cerca de um mês, criminosos que dominam a venda de drogas na região do Caju, na Zona Portuária, tentam invadir o Conjunto de Favelas da Maré. Nesta manhã, um homem morreu e uma pessoa ficou ferida em dois tiroteios. O primeiro caso aconteceu em um confronto entre supostos traficantes e militares do Exército na Vila do João. De acordo com a Força de Pacificação, dois suspeitos atiraram contra a tropa. Um deles foi atingido e morreu, enquanto o outro conseguiu fugir com as armas. 
O confronto aconteceu por volta de 9h30, ao mesmo tempo em que, em outra localidade, também aconteceu um tiroteio entre facções rivais. Na Nova Maré, os criminosos trocaram tiros e uma pessoa foi atingida. O caso foi registrado na 21ª DP (Bonsucesso).
Segundo o 22º BPM (Maré), tiros foram ouvidos por cerca de 15 minutos e não chegaram a afetar o tráfego dos veículos na Linha Vermelha. Até as 10h10, não havia registro de feridos.
Moradores do Conjunto de favelas da Maré – ocupado desde abril deste ano por militares do Exército que compõem a Força de Pacificação – têm sofrido com constantes invasões de criminosos de facções rivais que tentam controlar o tráfico de drogas na região.
Em função dos tiroteios frequentes, os policiais já precisaram, inclusive, interromper o trânsito em uma das pistas da Avenida Brasil, no sentido Zona Oeste, e a Linha Vermelha durante confronto.
No dia 23 de outubro, uma pessoa foi baleada no interior da comunidade e moradores fizeram protesto. De acordo com o Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE), o tiroteio causou pânico entre motoristas, que chegaram a dar a meia-volta com os carros. Um ônibus ficou atravessado na pista, no sentido Centro.
G1


Posted by Redação Online 10:26:00. . .

Redação Online 10:26:00. . .